Retirar-se para rezar


(Texto e locução por Érika Teles)

Muito se fala que a oração é o alimento da alma. Em sua primeira catequese na audiência geral sobre a oração, o Papa Francisco afirmou: “A oração é o respiro da fé, é a sua expressão mais adequada. Como um grito que sai do coração de quem crê e se confia a Deus.” É claro para nós católicos e cristãos que sem a oração é difícil permanecer no caminho de uma vida com Deus, precisamos nos fortalecer, acreditar, pedir, confiar Naquele que é maior do que nós. Precisamos fazer-se ouvir o clamor do nosso coração. Deus gosta de escutar a nossa prece.


No entanto, se não nos dispusermos a buscar essa vida de oração, acabaremos por deixar de lado tudo que tem-se construído ao longo da nossa caminhada de fé. É necessário retirar-se para rezar. A oração é intimidade, é encontro! No Evangelho de Mateus no capitulo 6, versículo 6, Jesus diz: “Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê o que está em segredo, te recompensará.” Precisamos nos derramar diante de Deus, dizer a Ele a nossa necessidade, tornar-nos íntimos e ouvi-Lo no silêncio da oração.


Em muitos trechos dos Evangelhos percebemos Jesus que se retira para as regiões montanhosas, de madrugada para rezar. Jesus sendo Deus, reconhece-Se necessitado da oração para estar mais íntimo do Pai, nós como seus discípulos, devemos seguir o seu exemplo e buscarmos nos retirar para falar, para clamar e ser acolhido pelo nosso Pai do céu que sabe das nossas necessidades mais do que nós mesmos e que está sempre pronto para nos ouvir. Ele sempre nos espera para um encontro!


Como anda a sua vida de oração? Você tem conseguido se retirar para rezar, para falar com Deus e para ouvi-Lo falar com você? Que tal tentar agora buscar reservar um tempo só para você e Ele? Alimente sua alma, deixe seu coração gritar para o Senhor.

Santa Quaresma!

Foto: Jessyca Macedo/ Daniela Lemos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Post

Hozana: 1 milhão de inscritos!Hozana: 1 milhão de inscritos!

Para você que nos acompanha, sabe que já temos alguns retiros na plataforma Hozana. Que tal conhecer um pouco mais sobre esta rede de oração? Confira a seguir: 

Um milhão de inscritos no Hozana!

O Hozana já reúne mais de um milhão de inscritos (ativos nos últimos 12 meses) em quatro idiomas, incluindo 108.000 no Brasil e 140.000 em português.

Lançado há sete anos, o Hozana é uma rede social de oração que permite que você participe de comunidades de oração em torno de temas espirituais e envie suas intenções de oração.


A invenção do crowdpraying 

Lançado em 2014 por Thomas Delenda, um jovem graduado do HEC (estudos de comércio), o Hozana inventou o “crowdpraying”, oferecendo a possibilidade dos usuários da Internet se reunirem em torno de comunidades temáticas de oração. A ideia foi um sucesso rápido e o Hozana teve quase 40.000 inscritos já no primeiro ano do seu lançamento.

Os inscritos podem participar de comunidades de oração para receber o Evangelho diário, com comentários, ou retiros e novenas (nove dias consecutivos de oração) ao longo do ano. Estas comunidades são animadas por organizações cristãs (comunidades religiosas, meios de comunicação, associações, movimentos etc.), ou, ainda, por sacerdotes, religiosos, ou mesmo por simples fiéis. O Hozana oferece assim uma grande diversidade de conteúdos graças à contribuição de mais de 500 parceiros. Também é possível depositar intenções de oração e orar pelas intenções depositadas por outros membros da rede.

Em 2018, o conceito foi internacionalizado com o lançamento de uma versão em inglês, espanhol e português. O Hozana está disponível em um aplicativo para Android e iOS e na web.

Um modelo econômico associativo  

O Hozana é uma associação sem fins lucrativos, cujo modelo econômico é 100% baseado em doação e voluntariado. Quarenta grandes patrocinadores possibilitaram o lançamento do projeto, que agora é lucrativo apenas com as doações dos usuários, permitindo remunerar uma equipe de cerca de vinte funcionários permanentes (15 em tempo integral). Mais de 70 voluntários (3 em tempo integral), também contribuem em várias necessidades: redação de artigos, tradução, gráficos, desenvolvimento de TI, comunicação.


O Hozana recebeu milhares de testemunhos desde seu lançamento. Frequentemente recebemos mensagens do tipo “graças ao Hozana, já não estou só”. A Comunidade Filhos de Maria faz parte dessa história. Com suas comunidades de oração já reuniu no Hozana quase mil pessoas!

Conheça a página especial que criamos para comemorar o milhão de inscritos: https://hozana.org/pt/um-milhao


 

Gostou dessa proposta? Entre em contato com Débora Moreira, representante da plataforma. 

 

Débora Moreira: 

debora@hozana.org 

+33 6 61 34 69 14 

Pilares da Quaresma (3/4)Pilares da Quaresma (3/4)

(Texto e locução por Érika Teles)

O jejum é uma prática espiritual que tem por objetivo mortificar a carne, os desejos e as emoções de forma que não sejamos guiados por elas, mas sim, conduzidos pelo Espirito e assim nos aproximemos de Deus, O amemos mais e permitamos que a graça Dele aja em nós, que nos convertamos.
A quaresma é o tempo propício para vivenciarmos essa prática. Na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, devem ser observados o jejum e a abstinência. (Código de Direito Canônico, cânon 1250).

O jejum mais comum é a abstinência alimentar, de carnes vermelhas e outros. Porém, existem outras formas de se exercitar essa prática, como o jejum de redes sociais, de filmes, de palavras negativas, dentre outras. O mais importante é buscar vencer os desejos carnais desordenados e uma maior proximidade com Deus, uma verdadeira mudança de vida.
E aí, como andam as suas práticas, você está preparado para viver essa experiência nessa quaresma?

Que tal tentar vivenciar essa prática espiritual esse ano? Vamos lá?!

Pilares da Quaresma (4/4)Pilares da Quaresma (4/4)

Pilares da Quaresma: A CARIDADE
(Texto e locução por Érika Teles)


Segundo o padre Duffé, secretário do Dicastério no Vaticano: “A caridade– ágape – é o amor que vem de Deus, nos chama e nos leva a aprender de novo a amar os outros, com respeito e humildade.” A caridade também conhecida e traduzida como amor é o ato de ofertamos ao outro muito mais do que algo material, ofertamos a nós mesmos.

Um dos vícios que mais assolam o ser humano é a ganancia, o desejo pelo ter sempre mais, com a prática da caridade, vamos moldando o nosso ser na virtude da humildade, da solidariedade, da partilha. Oferecemos ao outro, ao nosso irmão aquilo que queríamos e estimávamos tanto, vamos aos poucos nos desapegando das coisas matérias, das pessoas e vamos buscando aquilo que é essencial, a intimidade com Deus, a vida com Ele e Nele.


A caridade é um ato concreto, é a prática do amor, é o acolher a realidade de que não somos os senhores de tudo, que o que dá realmente sentido à vida é o amor testemunhado na partilha de bens, de vida. A partilha do dom do amor. Isso é caridade.


E aí, você topa doar de si nessa quaresma?