Retirar-se para rezar


(Texto e locução por Érika Teles)

Muito se fala que a oração é o alimento da alma. Em sua primeira catequese na audiência geral sobre a oração, o Papa Francisco afirmou: “A oração é o respiro da fé, é a sua expressão mais adequada. Como um grito que sai do coração de quem crê e se confia a Deus.” É claro para nós católicos e cristãos que sem a oração é difícil permanecer no caminho de uma vida com Deus, precisamos nos fortalecer, acreditar, pedir, confiar Naquele que é maior do que nós. Precisamos fazer-se ouvir o clamor do nosso coração. Deus gosta de escutar a nossa prece.


No entanto, se não nos dispusermos a buscar essa vida de oração, acabaremos por deixar de lado tudo que tem-se construído ao longo da nossa caminhada de fé. É necessário retirar-se para rezar. A oração é intimidade, é encontro! No Evangelho de Mateus no capitulo 6, versículo 6, Jesus diz: “Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê o que está em segredo, te recompensará.” Precisamos nos derramar diante de Deus, dizer a Ele a nossa necessidade, tornar-nos íntimos e ouvi-Lo no silêncio da oração.


Em muitos trechos dos Evangelhos percebemos Jesus que se retira para as regiões montanhosas, de madrugada para rezar. Jesus sendo Deus, reconhece-Se necessitado da oração para estar mais íntimo do Pai, nós como seus discípulos, devemos seguir o seu exemplo e buscarmos nos retirar para falar, para clamar e ser acolhido pelo nosso Pai do céu que sabe das nossas necessidades mais do que nós mesmos e que está sempre pronto para nos ouvir. Ele sempre nos espera para um encontro!


Como anda a sua vida de oração? Você tem conseguido se retirar para rezar, para falar com Deus e para ouvi-Lo falar com você? Que tal tentar agora buscar reservar um tempo só para você e Ele? Alimente sua alma, deixe seu coração gritar para o Senhor.

Santa Quaresma!

Foto: Jessyca Macedo/ Daniela Lemos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Post

Pilares da Quaresma (4/4)Pilares da Quaresma (4/4)

Pilares da Quaresma: A CARIDADE
(Texto e locução por Érika Teles)


Segundo o padre Duffé, secretário do Dicastério no Vaticano: “A caridade– ágape – é o amor que vem de Deus, nos chama e nos leva a aprender de novo a amar os outros, com respeito e humildade.” A caridade também conhecida e traduzida como amor é o ato de ofertamos ao outro muito mais do que algo material, ofertamos a nós mesmos.

Um dos vícios que mais assolam o ser humano é a ganancia, o desejo pelo ter sempre mais, com a prática da caridade, vamos moldando o nosso ser na virtude da humildade, da solidariedade, da partilha. Oferecemos ao outro, ao nosso irmão aquilo que queríamos e estimávamos tanto, vamos aos poucos nos desapegando das coisas matérias, das pessoas e vamos buscando aquilo que é essencial, a intimidade com Deus, a vida com Ele e Nele.


A caridade é um ato concreto, é a prática do amor, é o acolher a realidade de que não somos os senhores de tudo, que o que dá realmente sentido à vida é o amor testemunhado na partilha de bens, de vida. A partilha do dom do amor. Isso é caridade.


E aí, você topa doar de si nessa quaresma?

Gotas de perseverança na sua quaresmaGotas de perseverança na sua quaresma

(Texto por Emerson Goveia e locução por Júnior Vieira)

Gotas de Perseverança na sua quaresma
(Texto: @emersoncfm / Locução: @juniorvieira193)

Eu sou aquele tipo de pessoa metódica, que pra iniciar uma dieta eu preciso de uma segunda-feira.

E se na terça eu comer um doce, só na outra segunda pra recomeçar.

Calma, eu não tô fazendo dieta, eu posso explicar…

Percebi que eu estava perdendo tempo e era preciso economizar.
A nossa vida é só um instante e logo vai passar.

O Papa Francisco vai nos dizer na sua carta “Patris Corde” que na perspectiva da economia da salvação é de ternura na acolhida das fraquezas que eu vou precisar…

Logo, sim, eu preciso economizar…

Um pouco mais de ternura aprender e exercitar…
Essa pode ser a minha última quaresma e eu não posso desperdiçar.

Como pode alguém que tem medo de altura e o céu querer alcançar?

É preciso lançar fora todo medo e em altos vôos se lançar…
Se você mal começou e já se perdeu nos seus propósitos de quaresma, um caminho eu vou lhe dar…

É só pra quem tem medo de altura que a minha escada vou emprestar.

Mas como se eu tenho medo?
Vai com medo mesmo!

Sobre o ser metódico, tudo bem, mas no excesso se quebrantar…

Olhe pra sua quaresma e com ternura derrame umas gotinhas de perseverança…

Ainda dá tempo…

Se for preciso olhar os dias da semana com outros olhos, compre óculos, desembaça a lente e volte a enxergar…

Perceba na beleza de uma quarta-feira o seu verdadeiro e melhor lugar.

Por que não?

Faça dela o seu ponto de partida, o seu recomeçar…

O importante é o novo propósito, o tirar o pé do lugar.

Economize dias…

Suba sem medo…

É hora de se lançar…

Haa… Emerson, hoje não deu certo!
Calma, amanhã vai dar…

Vem comigo?